domingo, 17 de outubro de 2010

#161 Unbreakable (2000)

imagesCAXRT041 mov205082

4 comentários:

noiseformind disse...

E se ser heroi fosse uma merda? A catch-frase n resulta em portugues, na Tuga a bicharada e aversa ao palavrao usado por seres pensantes. Mas sim, e se ser heroi fosse uma merda, uma desgraca? Uma maldicao, se nos destruisse a vida por termos medo dos nossos poderes? Hearts in Atlantis e outro bom exemplo e o livro (n falemos da desgraca do filme) DreamCatcher? Mas isto e tudo acerca de Samuel lee jackson. E do seu fim como actor genuino. Foi triste ve-lo morrer depois deste filme como interprete. E quando chegamos aos dois filmes que ele fez com "snake" no nome (num dos quais se descreve como foder uma galinha) ja nada restava.

http://www.youtube.com/watch?v=R31ItPBGaA4

Aguardemos que os seus tempos de action hero passem (o filao de nick fury pode dar para uns vinte anos) para por uma pedra sobre o assunto.

Voltando ao filme, fabulosamente triste. Mas continuo a achar que puto devia ter puxado o gatilho, era um verdadeiro momento de catarse em que algo de belo se ia revelar ao mundo e talvez muda-se a atitude do personagem de Bruce Willys. Mas pronto, n se pode ter tudo n e?

Dora disse...

Eu gosto muito dele e concordo contigo. De há uns para cá parece que pega em qualquer coisa e faz (tipo Nicolas Caga mas um bocadinho melhor).

Tenho saudades do Julius, do Ordel e dele no "Hard Eight". Não perdôo ele ter recusado o papel de Buck no "Boogie Nights".

King Mob disse...

Eu sei que o 6th sense é o filme mais conhecido do Shyamalan, mesmo muitos consideram-no o seu único bom filme, mas este tem para mim um valor especial. Foi a primeira vez que vi uma transposição séria ou mais sofisticada para o cinema do tema preferido dos comics americanos - os super herois. Muito antes do Heroes da televisão. Talvez por isso não tenha tido o sucesso que merecia. É uma justa homenagem a uma forma narrativa muito desprezada.

Dora disse...

King Mob: Eu gosto de ambos. Prefiro o primeiro mas também gosto mesmo muito deste. Dos seguintes fui cada vez gostando menos...